jump to navigation

CIDADE DA MÚSICA (OU DAS ARTES): CONSEQUENCIAS DE UMA AUDITORIA PASSIONAL 14/10/2012

Posted by linomartins in Noticias.
trackback

Este Blog tem postado diversas matérias relacionadas com a cidade da música e chamado a atenção para questões relacionadas ao que um representante do Tribunal de Contas do Municipio do Rio de Janeiro denominou de “auditoria passional”.

Agora, mais uma vez, o problema é colocado na Coluna do Ancelmo nos seguintes termos:

No mais
Agora que a eleição acabou, que tal Eduardo Paes tratar com seriedade a questão da Cidade da Música?
O prédio está pronto, e cabe ao prefeito do Rio viabilizar sua operação, de modo que seja útil à sociedade.

Nesta semana recebemos  os seguintes versos que socializamos para ver se afinal o equipamento é inaugurado antes que se apure a responsabilidade pela perda de valor pelo não uso do equipamento (depreciação + perda do valor irrecuperável).  

Depois de muita audiência

Depoimentos e coisa e tal

Foi preciso  paciencia

E  ouvir  relatório final.

 

 De arquiteto a Procurador

Não faltou o engenheiro

Nem o choro perdedor

Do esperto empreiteiro

 

A ânsia acusatória

Prejudicou a credibilidade

Da secular história

Da maravilhosa cidade.

 

 Esquecer por omissão

O relatório do Tribunal

Desqualifica a Comissão

Sob o aspecto legal.

 

 Por fim cabe alertar….

Parece coisa pessoal

Por  isso repito o ditado

De maneira magistral

Dizendo que araruta

Tem seu dia de mingau…..

Anúncios

Comentários

1. Evaristo Novaes - 17/10/2012

Parabéns, nosso colunista se preocupa e com muita propriedade questiona como cidadão, a utilidade do patrimônio público já materializado (cidade da música), e registra ainda a importância do prosseguimento efetivo das laudas da inteligência pública produzidas nas áreas do controle interno e externo do município.


Sorry comments are closed for this entry

%d blogueiros gostam disto: